𝗔 𝘁𝗿𝗮𝗷𝗲𝘁ó𝗿𝗶𝗮 𝗱𝗲 𝗝𝗲𝗮𝗻-𝗖𝗹𝗮𝘂𝗱𝗲 𝗩𝗮𝗻 𝗗𝗮𝗺𝗺𝗲 𝗰𝗼𝗺𝗼 𝗹𝘂𝘁𝗮𝗱𝗼𝗿 𝗽𝗿𝗼𝗳𝗶𝘀𝘀𝗶𝗼𝗻𝗮𝗹.

 


Nome: Jean-Claude Camille François Van Varenberg

Nascimento: 18 de outubro de 1960 (63 anos)
Berchem-Sainte-Agathe , Bruxelas ,Bélgica
Nacionalidade: Bélgica / Belga 🇧🇪
Altura :1,77 metros (
Peso: 80 kg
Categoria: 73kg até 80kg
Estilos praticados por Van-damme: Kickboxing , Muay tailandês , Shotokan Karate , Taekwondo
Treinadores: Claude Goetz / Dominique Valera
Faixa Preta em Karatê Shotokan
Período em competições: 1976-1982
Torneios de artes marciais que ele participou:
Karatê e kickboxing:
Total:
30 - Lutas
28 - Vitórias
20 - Por Nocaute
2 - Derrotas / Nenhuma por Nocaute
Na idade de 12 anos, Van Damme se juntou ao Centro Nacional de Karatê(Centro Nacional de Karate), sob a orientação de Claude Goetz na França. Van Damme foi treinado por quatro anos e ganhou um lugar na equipa belga Karate.
Ele fez sua estréia em 1976, na idade de 16 anos. Concorrendo com o seu nome de nascimento de 𝐉𝐞𝐚𝐧 𝐂𝐥𝐚𝐮𝐝𝐞 𝐕𝐚𝐧 𝐕𝐚𝐫𝐞𝐧𝐛𝐞𝐫𝐠, torneio organizado pela "kick-ronda" em Bruxelas, na Bélgica. Ele chegou à final e enfrentou "Toon Van Oostrum" em uma luta duríssima, Van Damme chegou a ficar atordoado durante o combate, mas voltou para nocautear "Van Oostrum" no fim da luta.
Em 1977, no torneio da "WAKO Open Internacional", na Bélgica, Van Damme perdeu na decisão para um colega seu companheiro de equipe "Patrick Teugels".
A experiência deixou um impacto sobre Claude e seu treinador "Goetz" e ele sentiu que Jean-Claude precisava de mais treinamento antes de competir novamente.
Após seis meses de treinamento intenso e sparring, "𝐌𝐞𝐬𝐭𝐫𝐞 𝐆𝐨𝐞𝐭𝐳" decidiu lançar o seu aluno premiado na cena das lutas novamente, participando do campeonato "𝐅𝐮𝐥𝐥 𝐂𝐨𝐧𝐭𝐚𝐜𝐭-𝐞𝐮𝐫𝐨𝐩𝐞𝐮". Jean-Claude ganhou seu primeiro torneio (𝐎𝐅𝐈𝐂𝐈𝐀𝐋) ao marcar três vitórias por nocaute.
No entanto, em 1978 na disputa do título nacional dos leve na Bélgica, perdeu outra vez a decisão para o lutador "𝐏𝐚𝐭𝐫𝐢𝐜𝐤 𝐓𝐞𝐮𝐠𝐞𝐥𝐬". Mais uma vez, a perda deixaram um impacto sobre Claude e Goetz que voltaram aos treinos intensos novamente, já em preparação para o campeonato Europeu de Karatê.
E alguns meses mais tarde, em Iseghem, Bélgica, Van Damme voltou e nocauteou "Emile Leibman" em 1979, Jean-Claude tornou-se campeão Europeu de Karatê.
Em seguida, em um torneio evento de Karatê que reunia karatecas de várias nacionalidades, ele enfrentou "Sherman Bergman", um Atleta da Flórida, EUA, com uma longa seqüência de vitórias por nocaute. E pela única vez em sua carreira, Van Damme foi derrubado na lona depois de absorver um poderoso gancho de esquerda. No entanto, Jean-Claude conseguiu não ser nocauteado, utilizando sua experiência, sempre pontuando, ele conseguiu mandar "Bergman" a lona, que também não foi nocauteado, mas acabou sendo derrotado por pontos.
Van Damme terminou o ano de 1979, vencendo um torneio regional após a paralisação de Gilberto (Gil) Diaz na decisão.
Em 1980, Jean-Claude Van Damme derrotou o ex-campeão de karatê Grã-Bretanha , Michael J. Heming . Em seguida, Van Damme teve um nocaute sobre o francês Georges Verlugels em duas rodadas na mesma noite.
Após todas essas vitórias seguidas, Jean-Claude chamou a atenção da comunidade de artes marciais europeias.
A "𝐏𝐫𝐨𝐟𝐢𝐬𝐬𝐢𝐨𝐧𝐚𝐥 𝐊𝐚𝐫𝐚𝐭𝐞 𝐞𝐝𝐢𝐭𝐨𝐫𝐚 𝐝𝐞 𝐫𝐞𝐯𝐢𝐬𝐭𝐚𝐬" do editor "𝐌𝐢𝐤𝐞 𝐀𝐧𝐝𝐞𝐫𝐬𝐨𝐧", fez extensas matérias sobre o campeão europeu e vencedor de vários torneios nacionais e regionais, projetando a carreira de Jean-Claude Van Damme para o nível mundial.
𝐍𝐨 𝐞𝐧𝐭𝐚𝐧𝐭𝐨, 𝐚𝐬 𝐚𝐦𝐛𝐢çõ𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐉𝐞𝐚𝐧-𝐂𝐥𝐚𝐮𝐝𝐞, 𝐚𝐠𝐨𝐫𝐚 𝐞𝐬𝐭𝐚𝐯𝐚𝐦 𝐟𝐨𝐜𝐚𝐝𝐚𝐬 𝐞𝐦 𝐬𝐞𝐫 𝐮𝐦 𝐚𝐬𝐭𝐫𝐨 𝐝𝐨 𝐜𝐢𝐧𝐞𝐦𝐚 𝐝𝐞 𝐇𝐨𝐥𝐥𝐲𝐰𝐨𝐨𝐝.
Van Damme terminou sua carreira na "𝐍𝐚𝐭𝐢𝐨𝐧𝐚𝐥 𝐅𝐨𝐫𝐞𝐬𝐭", em Bruxelas. Ele bateu um velho conhecido "Patrick Teugels" por nocaute técnico. Teugels sofreu uma lesão no nariz e foi incapaz de continuar.
Após a vitória, Van Damme se retirou da competição de artes marciais.
Van Damme em 1981 venceu o que seria sua última competição profissional.
Na primeira luta ele venceu o Holandês, Henk Besselman, depois venceu Journée Martiaux. Van Damme terminou a competição vencendo por nocaute Lenny Leikman.
Esse foi o resumo da trajetória como lutador profissional de Jean-Claude Van-Damme.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.